5 Dicas para contratar um designer | André Buzzo
contato@andrebuzzo.com.br | (11) 9-8551-3500 | facebook | skype:andrebuzzowebdesign

5 Dicas para contratar um designer

Publicado na categoria Artigos com 8.910 visualizações e 1 comentário

Encontrar um grande web designer parece ser simples como qualquer outra contratação a princípio, mas para algumas pequenas empresas e prestadores de serviços, a tarefa pode ser complicada. A não ser que você tenha milhares de reais para torrar com uma agência, é muito importante encontrar um bom profissional que possa entregar o trabalho ao melhor custo/benefício possível! Web Design não é tão custoso assim para um investimento.

Como eles dizem, conteúdo é tudo, mas ter um bom layout e um belo design ajuda a trazer visitantes para o seu site. Nisso sim há um investimento muito grande! Ter clareza, um design agradável que ofereça uma navegação intuitiva indica que os seus usuários (entenda-se: possíveis clientes!) não ficarão confusos com as informações disponibilizadas no site. Aqui vão 5 dicas para que encontre um bom web designer:

5 Dicas para contratar um designer - André Buzzo Webdesign

1. Julgue o livro pela capa

Vá contra o velho ditado popular e julgue o livro pela capa: é praticamente certo que encontrará um bom web designer! Além do mais, o trabalho deles é baseado, principalmente na estética do produto deles! O portifólio de um web designer fala alto sobre o tipo de serviço que ele oferece. Agradeça a internet, pois existem diversos portifólios online onde os interessados podem encontrar o que deseja e iniciar um contato. O único ponto contra esse tipo de pesquisa é que o portifólio, às vezes, não retrata fielmente o trabalho desenvolvido por ele! A melhor maneira de se certificar é escolher um designer que lhe agrade e passar um pequeno projeto para desenvolvimento. Como alternativa, o “boca-a-boca” e referências pessoais encurtam muito esse caminho e diminuem riscos.

É de extrema importância que se entenda que o que funciona para uma empresa, não funciona para todas! É importante também, encontrar alguém que entenda qual a mensagem que você quer passar. Um website tem como objetivo a divulgação e geração de negócios, e o designer precisa entender a natureza do projeto que irá desenvolver! Um designer que fique motivado com as possibilidades que o projeto oferece com certeza vai se dedicar mais para entregar os melhores resultados: eles opinam sobre o que poderia ser feito ou ficam quietos, apenas ouvindo o que você têm a dizer?

2. A comunicação é a chave

Existem diversos canais para conversar com um web designer hoje em dia – numa reunião, via Skype, email. Enquanto é muito bom um aperto de mãos para fechar um negócio, as facilidades do contato via email não devem ser descartadas. Se você quer chamar a atenção de um designer, o projeto deve ter um valor acordado entre as partes para o mesmo. A última coisa que você precisa é de um profissional não comprometido com o seu projeto por não receber aquilo que foi combinado. Encontre um designer que respeite o seu tempo. Se um designer não responder o seu e-mail entre 24-36h, você deve repensar sobre o profissional contratado para executar, sugerir e trocar expectativas com você sobre o seu projeto.

Você também deve considerar a contratação de um designer aberto às suas sugestões e que não seja arrogante na hora de levar em conta as ponderações de um “não designer”. Que seja tranqüilo também na hora da discussão e não fique com medo de dizer que aquilo não funciona no desenvolvimento do projeto. A falta de comunicação pode levar a frustrações, então é melhor que haja um relacionamento aberto para não sejam necessárias futuras modificações no trabalho.

3. Administre expectativas

Administrar as expectativas são importantes para eliminar “entendimentos” que podem levar a desentendimentos. Seja muito claro e detalhista quando preparar um contrato de trabalho para o web designer e tenha certeza que a cada aspecto do projeto foi elencado. Existem diversos tópicos que você precisa deixar claro: prazos do projeto, valor do orçamento fechado, entrega das fases, qualidade do trabalho final, dentre outras coisas. É importante para o cliente informar no contrato todas as funcionalidades e aparatos que vocês acordaram para o projeto, e dessa maneira, antecipar a posição do profissional sobre se vai ou não entregar o que foi fechado no documento, por limitações técnicas ou de tempo.

Impor prazos curtos podem ajudar, pois força o web designer a cumprir as datas inseridas em contrato. Se um prazo final, um projeto pode ir por água abaixo: designer freelancers têm diversos projetos, e um com prazo final acordado terá maior atenção do um sem prazo final para entrega.

4. Freelance Versus Agência

Lembre-se que uma agência geralmente lhe atende melhor do que um profissional liberal, pois têm uma equipe muito maior e recursos melhores. Além de elevar o custo, as agências ainda lhe oferecem uma burocracia maior. Leve em consideração o quanto têm disponível para gastar e o tamanho do seu projeto! Freelancers geralmente são mais acessíveis para negociações, pois não estão amarrados a regras ou políticas empresariais. Quando você consegue estabelecer uma relação com algum, com certeza terá uma maleabilidade maior na conversa. O único ponto ruim é que o profissional pode ter diversos projetos em andamento, ou simplesmente não têm condições para entregar um projeto de maneira tão rápida. Por outro lado, se você contratar uma agência, você terá uma equipe enorme de profissionais capacitados para trabalhar em seu projeto e há uma boa chance de alguém começar a desenvolvê-lo prontamente! Recursos e contatos podem ser usados para agilizar o projeto, mas é claro, custam mais caro!

5. Consultoria Pós-Venda e Manutenção

Existem muitos clientes que pensam demais no futuro imediato e não consideram que seu relacionamento com o web designer pode durar meses ou anos depois da entrega do projeto. Esse é um erro comum, alimentado por pura inocência sobre como a manutenção de um web site se faz necessária. O desenvolvimento web é contínuo, e você deve pensar em se manter atualizado com as novas práticas para ter uma mínima chance de continuar competitivo em seu posicionamento na Internet. Isso é claro, envolve em escolher as tecnologias corretas para o seu site! Projetos diferentes necessitam de tecnologias diferentes por trás, que todos sabemos evoluem rapidamente. Nem todos os web designer tem todas as habilidades necessárias para determinada tecnologia. Procure por um profissional “adaptado”: ele deve ser especialista (ou bom conhecedor!) de uma ou duas linguagens de programação mas podem pegar o código do seu sistema e mergulhar em uma atualização rápida, graças aos seus conhecimentos sobre a programação existente.

Nós cobrimos aqui uma grande quantia de informação – da qualidade do web design que transformará seus usuários em clientes fiéis. Se o seu web designer conseguiu fazer isso, trate de mantê-lo perto de você!

Traduzido do original – 5 important things to remember when hiring a web designer

Voltar à página anterior!