Comporte-se! | André Buzzo
contato@andrebuzzo.com.br | (11) 9-8551-3500 | facebook | skype:andrebuzzowebdesign

Comporte-se!

Publicado na categoria Artigos com 4.392 visualizações e 12 comentários

Fala pessoas!

Eu não sou o cara mais santo do mundo, e muito menos quero ser exemplo de “comportamento” para você. Assim como todas as pessoas do mundo, eu provavelmente tenha mais defeitos do que qualidades!

Mas ao decorrer da vida, tanto pessoal como profissional, algumas coisas me aconteceram e eu gostaria de escrever um artigo sobre o assunto.
Como se COMPORTAR em relações profissionais. Simples assim.

Comporte-se! - André Buzzo Webdesign

Todos sabem que existem certas regras a serem seguidas, e também algumas que podem e devem ser quebradas no decorrer de nossas vidas em particular. Entenda: o que eu posso quebrar pode não se aplicar para você, e é muito provável que o contrário também prevaleça em determinas hipóteses! Que isso FIQUE BEM CLARO!

Portanto, vou tentar dar umas dicas sobre alguns pontos que julgo, possam ser observados:

FALE CORRETAMENTE

Comporte-se! - André Buzzo Webdesign

Não há nada pior do que chegar num cliente, e já começar a destilar o seu português de MSN. Chamar o cliente de irmão, brôu, mano, truta ou qualquer outro tipo de cumprimento que não seja profissional, faria seu cliente olhar com aquela cara de “quem mandou esse cara aqui?”.

Use o que sabe de português, de maneira clara, limpa e acima de tudo, objetiva. Evite muitos rodeios para responder aquilo que seu cliente lhe questionar, porém, cuidado com respostas simples também! Apenas dizer “sim” e “não”, com certeza, não te levará a lugar algum.

Procure sempre manter uma consistência no que está sendo discutindo, evitando pensar em suas contas, em seus problemas ou suas frustrações. Mantenha o foco. O seu foco no momento é o problema do seu cliente. Depois você resolve os seus.

Uma boa técnica também é observar como seu cliente fala. Se ele fala de maneira mais culta, tente fazer uma força e se lembrar as aulas de português que teve com a Tia Maria no primário. Se ele usa um linguajar mais descolado, entre na do cliente, mas sempre observando em manter o mesmo tom. Não vá descambar e chamar seu cliente de “mano Seu Sérgio”.

VISTA-SE CONFORME A OCASIÃO

Comporte-se! - André Buzzo Webdesign

Um ponto engraçado. Como devo me vestir. Para as mulheres, é claro, pensar muito antes de usar uma blusa decotada e uma micro-mini-saia. Você garota, está indo fechar um negócio, e não para uma balada!

Você, meu querido amigo, não me apareça de boné virado “PRO LADO”, ao maior estilo Charlie Brown Jr, ou de bermuda e camiseta regata!

Também, não será necessário, em uma primeira visita, usar um terno e gravata, a não ser que a ocasião necessite de tal vestimenta!

Você vai apresentar o seu sistema ou website para a empresa do seu cliente, e ele com certeza estará todo “pimpão” em mostrar aquele projeto lindo que ele modelou em mente!

O mínimo que ele espera é que você se comporte corretamente, usando as palavras corretas, uma maneira clara e objetiva de se comunicar, e ainda por cima, vai lhe esperar bem vestido.

Se você não dispuser de um terno e gravata para tal ocasião, uma calça social, uma camisa bem passada e bem bonita, já resolve 70% do seu problema.
No dia-a-dia, o que posso recomendar é um uniforme. Veja as vantagens:

– Todos reparam na marca bordada na camisa;
– Transparece seriedade (inclusive para freelancers);
– Você suja menos roupas;
– Cria e fortalece uma identidade visual de sua marca/empresa/prestação de serviços;
– Dê preferência para uniformes que possam ser usados tanto em dias frios quanto nos quentes;
– Custo baixo e alto impacto junto ao cliente e à sociedade em geral.

O uso de um uniforme requer um investimento de R$80,00 a uns R$150,00. O que vai pesar é a matriz do bordado, e o bordado propriamente dito.
Compre em alguma loja umas 3 camisas de gola pólo, que você poderá usar tanto com calça social quanto com jeans, e se o seu trabalho lhe permitir, até com bermuda!

O custo é baixo, você pode usá-la em diversas ocasiões, além de padronizar a sua empresa/prestação de serviços.

Pelo retorno de confiança, o investimento monetário chega a ser irrisório!

E uma história engraçada que ouvi na faculdade: Um cara trabalha ou trabalhava numa oficina, e agendou uma visita com a empresa que é famosa na cidade por fornecer sistemas corporativos.

Os vendedores chegaram à oficina, de terno e gravata, e a hora que o dono os viu, correu pro fundo, dizendo que ele não se encontrava na empresa, que havia viajado, pois pensou se tratar de fiscais da Receita Federal!

Dessa maneira, estude seu cliente previamente e não o assuste!

BARBA, CABELO E BIGODE

Comporte-se! - André Buzzo Webdesign

Tá legal, você é fã do Neimar. Mas usar aquele cabelo ridículo, e na minha humilde opinião, é coisa de garotos. Você é um profissional e precisa se comportar como tal.

Portanto, um cabelo bem cuidado (mesmo que comprido deve ser bem cuidado!), a barba feita, as unhas cortadas, e principalmente, usar um desodorante NEUTRO.

Esqueça perfumes. De boa. Pense no seguinte.

Seu gosto é seu gosto. E você não conhece seu cliente. Vou dar um exemplo bem curto e grosso:

Se eu fosse contratar uma mulher para trabalhar em minha empresa, e ela chegasse usando um daqueles perfumes doces, estilo Victoria Secret´s (sei por que minha mãe presenteou minha esposa com um creme dessa maldita marca!), eu a mandaria de volta pra casa na hora. Eu simplesmente passo mal com esse odor. É coisa de meu estômago, e assim vai ser para sempre. Eu realmente chego ao extremo do mau gosto! Entenderam?

Eu uso barba, sempre usei. Gosto. Detesto ter que fazê-la. E conquistei meu território dessa maneira. Portanto, para a minha pessoa, barba é coisa que eu mantenho. Quer um exemplo?

Comporte-se! - André Buzzo Webdesign

Mas sempre com a barba bem aparada, bem cortada e discreta!

Portanto, de olho na sua aparência!

SEMPRE LIMPINHO(A) E ASSEADO(A)

Comporte-se! - André Buzzo Webdesign

De nada vai adiantar você chegar para visitar um cliente com o papo afiado, o uniforme bem cuidado, cabelo arrumado, barba feita, unhas cortadas, e com aquele cheiro magnífico que costumamos exalar durante o decorrer do dia!

Capriche no desodorante neutro, e fique tranqüilo sobre sua apresentação!

Medo de estar com mau hálito? Sem problemas também! Manda uma bala para a boca, uns 10 minutos antes da reunião, e vá para o abraço!

Nada mais desagradável do que falar e cuspir uma bala em cima da mesma, ou chegar mascando um chicletão em uma reunião!

EM HIPÓTESE ALGUMA, FAÇA COMPARAÇÕES FUTEBOLÍSTICAS, POLÍTICAS OU RELIGIOSAS

Comporte-se! - André Buzzo Webdesign

Evite em todas as ocasiões falar sobre esses três assuntos. Seu cliente pode realmente se chatear.

Imagina a seguinte hipótese. Seu cliente é corintiano, e você é palmeirense. Pode até parecer piada, mas seu cliente gosta muito de você e aceita todas as sugestões que têm a dar a ele.

Até a hora que ele descobre o time para qual você torce, pois você sem querer mencionou algo sobre futebol em uma de suas reuniões.
Pronto, a casa caiu!

O cara como corintiano pode se sentir meio desconfortável por saber que está compartilhando um trabalho com alguém do time que é um dos maiores “inimigos” do seu clube. Pode ser exagero de minha parte? Sim, mas pode ser que não! Quem sabe!

Então, evite. O mesmo se aplica com política e religião.

Religião ao meu entender, pode se tornar o pior tipo de assunto que você pode puxar com seu cliente. Você está indo ver os problemas da empresa dele, e não do âmbito espiritual dele!

Não me leve a mal, se você é evangélico e adora pregar aos outros, mas tente evitar isso, por mais forte que isso possa ser em você!
Eu respeito religiões, mas não me interessa a sua. Eu tenho a minha, e tento praticá-la ao meu modo todo dia, não precisando exatamente ir a um monte de cimento erguido “em nome de Deus” para tê-lo ali comigo.

CHEGUE NO HORÁRIO

Comporte-se! - André Buzzo Webdesign

Existe mulher “MEIO GRÁVIDA”? Não, não é?

Então, você não está MEIO ATRASADO. Você está atrasado!

Marcou às 15h com seu cliente? Esteja lá às 15h. Se puder, compareça uns 10, 15 minutos antes e prepare-se para a sua apresentação.

Se o cliente lhe der um chá de cadeira, é injusto, pois você também tem mais o que fazer correto? Mas ele na posição de cliente acha isso “chique”. Então, por mais que ele não tenha razão, ele tem razão. Na visão dele.

A regra é: você pode esperar. Ele não.

Eu já parto do princípio que se você não respeitou o horário que agendou uma visita, quem me garante que pode entregar o projeto no prazo estipulado? Você já pensou nisso?

Se não puder ir, seja franco e não mate sua avó. A coitada nada tem a ver com isso, e em cidade pequena, é um claro e certeiro tiro no pé. De repente, seu cliente conhece sua família toda e sabe que sua querida avozinha continua viva. E bem viva!

Espero que essas dicas sejam interessantes, e que você comece a praticá-las hoje ainda!

Forte abraço a todos, e até mais!

Voltar à página anterior!

  • Bruce Emmanuel Sueira

    André, ontem eu até twittei mostrando um vídeo de um exemplo de postura profisional de atitude e de como se comportar no ambiente de trabalho independente de qual seja e gostaria de deixar o link para o vídeo: http://t.co/Xt4mq0F0 imagina este kra no lugar da vendedora de sapatos!! Você teria que preparar o bolso para levar a metade da loja :)

    • Vou dar uma olhada e depois “teço” meu comentário…. eu passei por outra dias atrás… fui atrás de uma camisa, e quando a achei, perguntei o preço pro vendedor e o mesmo me disse:

      “ISSO É APENAS UMA GOTA NO SEU OCEANO…”

      Cara…fiquei me perguntando se esse papinho idiota cola em todo mundo….rs

      Abraços!

  • Joao carlos

    Brother tem com ensina a usar o script de slide desse site mano eu nao entendi ele…
    http://getcu3er.com/

    vlewwwwwww

    • Fala João….

      Não tem nada a ver com o post, mas só posso dizer que eu não mexo com Flash.

      Abraços!

  • Eu mala andré??? magina rsrsr

  • Bruce Emmanuel Sueira

    André, parabéns mais uma vez. Ótimas dicas tanto para os novatos quanto para os experientes que acabam deixando de observar pontos importantes na venda de sua imagem e de sua empresa, deixando o cliente descrente de sua competência e da qualidade de seus produtos.

    • Exatamente meu amigo!!!

      E nem é só a “aparência é tudo”, como disse nosso amigo Matheus… creio eu que para se vender algo você precisa do conjunto funcionando de maneira bem coesa!

      Por exemplo: fui com Dona Patroa ao shopping, pois ela queria comprar um sapato. Chegamos na loja, ela pediu um sapato preto e outro mais claro. Provou o preto, e logo após, o mais claro. Sentou-se ao meu lado na cadeira, e em cada pé, colocou um dos sapatos. E a vendedora na frente dela, com as mãos para trás, sem dizer um “a” sequer.

      Minha mulher levantou-se, olhou para os dois sapatos, e soltou um sonoro “Putz, qual dos dois eu levo?” … e saiu e foi-se ver no espelho novamente…. a vendedora com cara de paisagem parada na minha frente…eu não me contive e soltei um

      “Você acabou de perder uma excelente oportunidade de dizer: LEVA OS DOIS!”

      … e tudo o que a vendedora fez apenas sorrir….

      Depois que eu falo que não é bem assim, “Tô sem emprego então vou ser vendedor …”, tem gente que não bota fé…rs

      Abraços!

  • Natan Rocha

    Muito bom vio André! cara muito bom esse artigo! sempre quando fala de coisas assim lembro dos meus antigos layouts! pq será? kkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkk

  • Matheus silva

    Poxa andré, do meu celular vi seu tweet e ja entrei no blog. Muito bom esse artigo, APARENCIA É TUDOOO. Continue postando seus artigos, ajuda muito os iniciantes…..
    Abraços.

    • Opa!! rsrs

      Cê tá ficando mala hein? rs

      Abraços!