SERÁ QUE EU FIZ CERTO? | André Buzzo
contato@andrebuzzo.com.br | (11) 9-8551-3500 | facebook | skype:andrebuzzowebdesign

SERÁ QUE EU FIZ CERTO?

Publicado na categoria Artigos com 6.501 visualizações e 19 comentários

Fala pessoas!

Tenho recebido há uns tempos, algumas mensagens, via Facebook e via e-mail, de pessoas me contando alguma história, normalmente envolvendo um problema, e me dizendo também o que fizeram para solucionar o mesmo.

E a pergunta que todos sempre me fazem é: “André, me diga se fiz a coisa certa, por favor!”.

SERÁ QUE EU FIZ CERTO? - André Buzzo Webdesign

Sinceramente meu caro e minha cara? Não sei. Acho que precisamos definir o que é certo e o que é errado. E isso é um assunto muito delicado, pois o que pode soar “certo” para mim pode não soar para você. E vice-versa!

SERÁ QUE EU FIZ CERTO? - André Buzzo Webdesign

Vou usar um exemplo que, devido a correria do dia-a-dia, foi o último que recebi e portanto, o mais fresco na cabeça. Um compadre me disse:

“O cliente queria que eu fizesse um sistema para cadastrar inúmeros dados por R$ 400,00. Eu falei para ele que eu não conseguiria fazer por esse preço, e indiquei um sistema já pronto que custa R$60,00 por mês. Será que eu fiz a coisa certa?”

Minha análise: sim. Ao meu ver, fez sim. Sabe por quê?

Porque primeiramente, você deu OPÇÕES ao cliente. Você não disse que não faria e acabou por aí a conversa. Você deu uma opção, e pôde constatar uma oportunidade de desenvolver o sistema que o cliente requisitou, e aprimorá-lo em comparação com o já existente!

SERÁ QUE EU FIZ CERTO? - André Buzzo Webdesign

Ao meu ver, você fez o certo por jogou limpo e sinceramente com o seu cliente. Entretanto, acho que poderia ter entrado em detalhes sobre a complexidade do projeto, e dito ao seu cliente que poderia sim, desenvolver o sistema cotado, mas com valores reais. E caso houvesse o interesse dele em sua proposta, você ainda poderia, APÓS FECHAR UM CONTRATO COM SEU CLIENTE, indicar um paliativo, caso a necessidade dele seja grande.

Eu tenho a plena certeza que você não foi o único consultado para realizar o serviço. E tenho a certeza também de que se teu cliente cotou com 5 pessoas, no máximo duas deram-lhe opções! Quando houver a necessidade de um novo serviço, de um novo contato relacionado aos seus trabalhos, o cliente se lembrará de você, caso não esteja procurando apenas preço.

SERÁ QUE EU FIZ CERTO? - André Buzzo Webdesign

Eu acho que existem duas coisas que, se aplicadas com doses certas, resultariam em uma redução extrema de problemas entre clientes e prestadores de serviço: opções e sinceridade.

Mesmo que eu não feche o serviço, como fiz esses dias atrás, com um cliente do Rio de Janeiro, que me acionou e queria meu orçamento para o desenvolvimento de um sistema, eu tenho a certeza de que seu pensamento em relação à minha pessoa é a melhor possível!

Mas eu fui sincero. Disse a ele que faz parte do meu trabalho, o contato com meu cliente. Gosto de saber o que ele deseja e preciso analisar suas expressões, seu comportamento. Como vim do setor de vendas, determinadas coisas que você faz, quando é um cliente, me indica diversas situações que podem ser exploradas! E que sem isso, eu não consigo trabalhar, e vou entregar um serviço abaixo da qualidade que costumo primar em meus trabalhos!

SERÁ QUE EU FIZ CERTO? - André Buzzo Webdesign

Dessa maneira, fiquei de verificar com algum desenvolvedor carioca a possibilidade de assumir o projeto. Porém, até agora, não encontrei nenhum interessado. Portanto, fica a dica ok?

Então, quando um cliente entra em contato contigo e lhe pede algo que você não tem certeza de que pode entregar ou realizar, por favor, seja sincero com ele. Você está mexendo com um projeto que pode ser o sonho dessa pessoa. E sonhos são tão pessoais, que precisam ser tratados com carinho e com extrema atenção. Creio eu que, assim como você, seu cliente anseia por isso sempre que precisa de algum serviço.

E sendo um profissional, e acima de tudo, sendo honesto, você sempre fará a coisa. Mesmo que isso seja errado na visão de pessoas as quais, honestidade, não faz parte de seu vocabulário!

Abraços!

Voltar à página anterior!

  • vinicius

    mto bom, é por ai mesmo.

  • Matheus Silva

    ok…vou fazer isto…obrigado pelas dicas…mais pra frente volto pra dizer o resultado…

    • Disponha Matheus! Poste a loja depois para que possamos ver como ficou o serviço compadre!

      Abraços!

  • Matheus Silva

    consigo configurar direitinho a loja, certinho, mas n consigo configurar o LAYOUT em si, esse é o problema…acho que vou fuçar um pouco, se ele quizer pra ontem…falo pra ele que só consigo entregar pra ele a loja só configurada, nao formatado….é o certo a fazer?

    • Sim Matheus, ao meu ver, é o mais certo a se fazer!

      Abraços!

  • Matheus Silva

    andré, cheguei a outro dilema….um cliente pediu pra mim criar uma loja online(com que desse para ser pago com pagseguro, entao cheguei ao magento), consegui instalar o pagseguro e criar produtos e tal, porem nao faço a minima ideia de como customizar o layout(se ele me pedir, é claro, mas ja serve de bagagem). Se ele me pedir isso devo chegar ele falar: “nao tenho condições tecnicas de fazer isso, nao estou acostumado com essa plataforma” ??

    outra coisa, sabe de algum tutorial/curso que ensine a fazer a edição de temas e até mesmo criar o seu como tem o wordpress?

    obrigado.

    • Fala Matheus!

      Então velho..se você sabe, pega para fazer..se não sabe, estude o curso de Magento volume 02 do Mx Cursos que ensina a dar uma estilizada em um template da plataforma.

      Mas, eu sempre digo: prefiro deixar claro que isso eu faço, e aquilo eu não faço.

      Abraços compadre!

  • Joao carlos

    Boa André na paz manolito! o’que ouve com vc cara se ta sumidao pow! sdds de ti ve se aparece da uma noticia ai.. pelo menos avisando como anda suas férias kk brink’s…. Deus abençoe…

  • Antunes

    Muito bom meu velho adorei o artigo! tem como você da umas dicas de formas de pagamentos para oference ao cliente… abrss

    • Fala Antunes!

      Vou ver se escrevo algo sobre meu velho!

      Abraços!

  • andré, parabens pelo artigo,

    em relação a esse assunto me tire uma duvida:
    estou começando neste ramo de desenvolvimento web, se um cliente chega pra mim e fala:
    -Quero um site em flash, etc….preciso que faça algo assim assim assado.
    E no caso, nao sei flash, ou se nao souber o que fazer para o cliente, é apropriado eu falar que não sei ja que sou iniciante?

    obrigado.

    • Fala Matheus!

      Eu acho que não tem nada de errado em dizer ao seu cliente que não trabalha com Flash. Eu digo isso, sempre que me pedem sites em flash. Não mexo e não gosto de mexer com esse tipo de programa!

      Porém, como eu sempre digo, eu ofereço algumas opções ao cliente. O que mais importa não é o não em si, mas sim, as opções que dará ao mesmo!

      Abraços meu velho!

  • Jacson Leite

    Verdade.

  • Jacson Leite

    Será que eu fiz certo?
    Essa pergunta sempre surge em nossas mentes.

    Parabéns pelo artigo. Abraço!

    • Valeu Jacson…e é realmente bem por aí…sempre vamos pensar se fizemos tudo certo, se fizemos tudo o que podíamos fazer….

      Abraços!

  • @leonardo386

    cara d+… esse é um artigo que salva… mandou bem compadre…

    uma situação bem familiar que devemos ser sinceros igual vc disse no artigo…
    vlw @andrebuzzoweb”